Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




5 Regras para Negociar Salário

por superdicas, em 16.02.15

Salário

Descubra quais são as regras que deve seguir para negociar salários e atingir o seu objetivo. Não cometa o mesmo erro que outros profissionais. Siga estas dicas e passe a ganhar mais todos os meses!

Está à espera de receber uma excelente proposta de emprego ou simplesmente está à espera que o empregador lhe dê um aumento em 2015? Não espere e vá em frente para conseguir uma subida no seu salário, mesmo que pequena, ao fim de um ano irá fazer uma grande diferença na sua carteira.

Quer tenha medo de sentir que está a "puxar" ou sinta-se desconfortável com todo o processo de negociação, os profissionais muitas vezes hesitam quando diz respeito a negociar salários. De acordo com um estudo feito por várias empresas de Recursos Humanos, cerca de 43% dos profissionais pediu um aumento do salário.

Pedir um aumento do salário merecido é o objetivo de muitos profissionais no início ou no fim do ano. Em vez de ficar com medo de negociar, aqui ficam 5 regras que todos os profissionais devem seguir ao pedir um aumento:

  1. Evite aceitar a primeira oferta - Ao negociar um aumento do salário evite aceitar logo a primeira oferta. Em vez disso, você deve dizer ao empregador que necessita de mais tempo para pensar. Pergunte ao empregador se pode dar-lhe entre 24 a 48 horas. Durante esse tempo, pense bem e veja se vale a pena ou não. Depois de tomar a sua decisão, fale com o empregador e dê a sua contraoferta. É assim que funciona o processo de negociação.
  2. Não seja o primeiro a partilhar um número - A arte de negociar o salário é esperar o empregador dar o primeiro sinal. A menos que o empregador pergunte qual é o salário que está a pensar, nunca dê um número. É preciso ser muito paciente!
  3. Mantenha as suas emoções controladas - A negociação do salário pode ser uma montanha russa de emoções. Pode meter medo, ser stressante, excitante e até frustrante. Apesar de todo o processo tente ser paciente.
  4. Lembre-se de negociar coisas adicionais - O que a maior parte dos colaboradores falha é no esquecimento de benefícios adicionais além do salário, que têm toda a importância na sua carreira profissional. Em vez de se focar só no salário, tome atenção a outras coisas, como os benefícios de saúde, bónus maiores e tempo de férias pago.
  5. Encontre balanço entre o que você vale e o que o empregador quer oferecer - A regra mais importante para negociar o salário, é conhecer o que você vale e o que o empregador está disposto a oferecer. A última coisa que você quer é pedir um aumento e mais benefícios, sem fazer antes uma pesquisa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:45



Pesquisa

Pesquisar no Blog