Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Como encontrar trabalho depois de ser despedido

por superdicas, em 04.08.12

Encontrar trabalhoNa atual conjuntura económica, persiste uma ambiente generalizado que, em qualquer momento, você pode ser chamado pelo seu chefe ou diretor de recursos humanos e ouvir aquelas palavras negativas: "Sentimos muito, mas devido ao plano de redução de custos, você foi escolhido para ser despedimento coletivo". Aos chefes e empresários desagrada bastante ter que dizer estas palavras aos seus colaboradores, mas muitas vezes é a salvação da empresa. Mas, depois de ser despedido o que é que você pode fazer? A perda de emprego é um dos feitos mais dramáticos na vida de uma pessoa. Os efeitos psicológicos que você sofre, manifestam-se na forma de ansiedade, deterioração da sua autoestima e outras alterações emocionais, junto com um bloqueio tal, que impede desenvolver estratégias e ações que levem a conseguir rapidamente um novo emprego.

 

Guia expresso para encontrar trabalho

Quem está nesta situação de desemprego deve começar a procurar por trabalhar o mais rápido possível. Durante as 48 horas que se seguem à comunicação de despedimento por aprte da empresa, é tempo de verificar o código do trabalho para saber os seus direitos e investir parte do seu tempo a encontrar novas ofertas de emprego na sua área. Para isso, recomendamos que você siga as seguintes dicas:

  • Comentar a sua situação laboral com a família e amigos - Muitas das pessoas que ficam sem emprego comentam o despedimento com os amigos, familiares e conhecidos. É algo recomendado e que pode ter benefícios para si. Antes de fazer passar a mensagem, reflita sobre como irá dar essa notícia, pois aqui o seu objetivo é conseguir uma nova oportunidade no mercado laboral.
  • Atuar com prudência e não falar mal da anterior empresa - É frequente, e contraproducente, que os empregos despedidos reajam com ira quando ouvem falar sobre o despedimento e comecem a falar mal da empresa. Embora a reação seja compreensível, resulta na forma negativa a longo prazo. Os profissionais que agem desta forma reduzem as possibilidades de recolocação no mercado de trabalho, já que em prática são poucos os responsáveis por recursos humanos que gostam de contratar trabalhadores que falam mal da empresa anterior.
  • Manter uma boa reputação diante da empresa anterior - A vida profissional dá muitas volas e é possível que, mais tarde, tenha a oportunidade de trabalhar de novo na mesma empresa ou junto dos profissionais com quem trabalhou quando estava nessa empresa. Não se deve procurar buscar vingança ou ter ressentimentos contra o despedimento. Por isso, não é conveniente atuar de forma impulsiva depois de ficar no desemprego. O ex-trabalhador deve levar intacta a sua boa reputação como profissional, o ressentimento poderá fazer com que perca boas referências. Não se esqueça também de usar um bom curriculum vitae e esteja preparado para demonstrar as suas capacidades na entrevista de emprego.
  • Buscar recomendações de colegas e patrões - Mesmo depois de ter sido despedido, você deve procurar conseguir obter boas recomendações dos seus antigos chefes e de outros profissionais que trabalham na empresa. Sobretudo, se o despedimento foi por causas económicas e os superiores estão contentes com o seu rendimento laboral. Nestes casos, você deve pensar em todas as pessoas da empresa que podem dar uma recomendação ou facilitar contactos com outras empresas. Você não deve hesitar na hora de pedir uma carta de recomendação, um instrumento que será de grande utilidade na busca de um novo emprego.
  • Controlar as emoções - Na maioria das pessoas, as reações imediatas diante da perda do emprego passam, segundo os espertos de RH, por cinco fases emocionais diferentes: choque, negação, cólera, depressão e aceitação da situação. Os trabalhadores que não se sentem úteis como antes, têm a ideia de se considera inútil e que, por isso, prescindem dos seus serviços. Por isso, você deve passar muito rapidamente pelas quatro primeiras fases para centrar-se na última, a aceitação da situação.
Não deixe também de aproveitar para procurar online em vários sites de empregos, como é o caso do Blog de Empregos em Portugal ou o blog de vagas de empregos no Brasil. Ambos os sítios online possuem centenas de dicas, vagas e ofertas de emprego, cursos e muito mais. Fique informado do que se passa no mundo laboral.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:15



Pesquisa

Pesquisar no Blog